O Papa pede reconciliação contra as divisões que ameaçam a paz
16/09/2019 08:46 em Noticias

O Papa Francisco defendeu os valores da reconciliação, amor e caridade, contra as desigualdades e divisões que ameaçam a paz no mundo.

O Papa Francisco disse essas declarações durante uma audiência do Vaticano com os bispos da Europa Oriental em Roma.

 

"Enquanto muitas desigualdades e divisões ameaçam a paz, nos sentimos chamados a ser artesãos do diálogo, promotores da reconciliação, pacientes construtores de uma civilização do encontro, que preserva nosso tempo da incivilidade do confronto", afirmou.

 

Francisco criticou que há pessoas que se sentem absorvidas "pela espiral da violência, pelo círculo vicioso de reivindicações e contínuas acusações mútuas" e disse que, diante dessa situação, o ideal é praticar amor e caridade.

 

"Quando nos apoiamos no irmão que sofre, quando nos aproximamos daqueles que sofrem de solidão e pobreza, quando prestamos atenção nos marginalizados, como crianças que não vêem a luz, jovens privados de esperança, famílias tentadas para desintegrar-se, os idosos doentes ou descartados, já estamos caminhando juntos na caridade que cura as divisões ", afirmou.

 

 

Finalmente, o pontífice argentino reconheceu que "somente pelo amor a alegria é encontrada e a esperança se espalha".

COMENTÁRIOS